O que comprar na Índia

quarta-feira, outubro 03, 2018




Se você gosta de compras, a Índia pode ser um verdadeiro paraíso! O câmbio favorável faz do país uma barganha para brasileiros e existem algumas coisas que realmente valem a pena trazer de lá. Se você gosta do ritual de comprar - pedir desconto, fingir desinteresse, ficar de papo com o vendedor - pode conseguir verdadeiros achados no país! Eu não gosto e ainda me sentia um pouco mal de negociar um preço que, para a gente, já era barato...

É claro que VÁRIAS vezes negociamos os preços por lá: esse é simplesmente o modus operandi de boa parte do país. É preciso negociar desde o valor de uma corrida de tuk tuk até a compra de um souvenir em loja, então mesmo que você não goste, não dá para fugir. Esse foi uma das coisas que achei mais chatas da minha experiência na Índia... Na hora de contratar um serviço, é preciso deixar bem claro, desde o início, qual o preço combinado, para não ter problemas depois (porque eles acontecem). Os lugares que eu mais gostei de comprar foram justamente aqueles em que menos se barganha: Amritsar e McLeod Ganj.

Se você curte negociar, o 360 Meridianos fez um guia para pechinchar na Índia e explica direitinho porque é preciso barganhar.

Tem muitas coisas legais para comprar por lá. A Índia é um país enorme e cada região tem suas características e especialidades. Fiz uma pequena lista das coisas que acho que vale a pena trazer do país.

Cashmere e pashminas


A indústria têxtil na Índia é muito forte, especialmente no norte. Aqui no Brasil, os preços de produtos de cashmere e pashmina de verdade são exorbitantes! Vale muito a pena trazer algum cachecol ou casaquinho de cashmere de verdade de lá. Os melhores lugares para comprar artigos de lã são Amritsar e Mcleod Ganj.

Na foto, eu estou no frio amanhecer do Deserto do Thar, já com echarpe quentinha de cashmere de verdade que comprei em Mcleod Ganj. A calça comprei na Índia, mas furou lá mesmo! rs

Sedas


Dá para comprar lenços e roupas em seda com preços melhores que o Brasil. Eu não trouxe, mas é possível encontrar muitos produtos em lojas e mesmo barraquinhas de rua. Só tem que tomar cuidado para não levar gato por lebre: tem muito tecido misto sendo vendido por pura seda! Do nosso roteiro, o Rajastão ofereceu os melhores preços e a maior variedade, especialmente Jaipur. Varanasi também tem muitas lojas de produtos têxteis.

Tecidos bordados


Esse é clássico! A imagem mais clichê da Índia está rodeada de panos e bordados super coloridos! Dá para encontrar diversas batas e camisas bordadas em toda a Índia e de toda a qualidade: desde produtos mais simples, comprados em barraquinhas nas ruas, até mais elaborados, com melhor acabamento, achados em lojas.

De maneira geral, eu não gostei muito das coisas que achava nas lojas de rua e nas feirinhas. Achei o acabamento das roupas ruim e definitivamente não era o meu estilo (que é sóbrio quase chato). Então confesso que não aproveitei muito, mas reconheço que algumas meninas e meninos podem enlouquecer com tantas opções com bom preço como achamos por lá.

Achei Jaisalmer e Jodhpur os melhores lugares para comprar tecidos bordados: nas lojinhas próximas ao forte era possível achar lindas bolsinhas bordadas, almofadas e echarpes. Comprei um echarpe bordado que hoje uso como peseira na minha cama, só para dar um tchans! E trouxe bolsinhas bordadas fofas de presente!


Tecidos coloridos em Jaisalmer
Uma vaca atrapalhando minha foto dos tecidos e echarpes coloridos pelas ruas de Jaisalmer. 

Cosméticos e remédios naturais


Esse é um verdadeiro achado e recomendo MUITO que você traga creminhos da Índia. Lembre-se que a medicina natural indiana é super avançada e os caras são craques no manejo de plantas e ervas para todo tipo de finalidade. Tudo começou com um hidratante para o rosto da marca Biotique que tinha em um dos primeiros hotéis que ficamos em Nova Deli. O cheiro era maravilhoso, a textura ótima e super leve. Daí acabei descobrindo vários outros produtos e fiquei fã: tudo é cheiroso e muito bom. Recomendo demais as marcas Biotique e Himalaya Herbals, com produtos feitos à base de extratos naturais. É incrível olhar a composição dos produtos: tudo 100% natural, sem aqueles nomes estranhos que a gente sempre encontra nos nossos cosméticos (mesmo os que se dizem naturais). Não tem conservantes, espessantes, corantes, nada disso. A gente olha a composição e é só sementes, extratos, folhas e algum creme base. Maravilha! E os cheirinhos são maravilhosos, de natureza mesmo! Eu trouxe shampoo, condicionador, cremes para cabelo, óleos, hidratantes... Os preços são MUITO bons!

A Himalaya Herbals também tem, além de cuidados para o corpo, alguns remedinhos naturais para constipação, nariz entupido, dores de cabeça, essas coisinhas que a gente enfrenta no dia a dia. Eu trouxe alguns.

É possível encontrar produtos das duas marcas em quase toda farmácia da Índia e mesmo em alguns mercadinhos. A Himalaya também tem lojas próprias. Em Mcleod Ganj tem uma loja própria com toda a linha de produtos.

Temperos e chá


Essa é clichê também! No quesito comida, vale trazer chás e temperinhos indianos, principalmente misturas já prontas de masala para você treinar seu curry na volta pra casa. Tem misturas prontas para o chai indiano, além de vários outros chás, produzidos principalmente na região de Darjeeling e Assam.

Trouxe também algumas coisas que não achamos fácil por aqui e que fazem parte de algumas receitas indianas típicas (e que aprendi na minha aula de culinária indiana), como fenogrego, cardamomo, assafetida. Na Fabindia, uma loja de departamento local cheia de coisas legais, encontramos os temperos embaladinhos para viagem. Vale a pena demais olhar essa loja: tem roupas, capas de almofada, coisas de decoração, de tudo um pouco num lugar só! Cheia de coisas lindas e com preços justos, é aquele tipo de loja para passar no último dia da viagem para fazer as últimas comprinhas. Henrique comprou uma calça na Fabindia que ele não larga mais por nada nesse mundo, virou a roupa preferida!


Incensos


Os incensos indianos são mundialmente conhecidos! Por serem pequenos e super portáveis, pode ser uma boa coisa para trazer do país!


Jóias e bijuterias


A Índia também é mundialmente conhecida pela sua produção de pedras preciosas e semi-preciosas. As indianas são fissuradas em enfeites de todo tipo, então dá para achar muitas lojas de jóias e bijuterias por todo o país. No Rajastão, elas podem ser especialmente bonitas, porque há forte tradição de artesãos e artistas na região. Tem bijuterias lindas, com pedras semi-preciosas, como a turquesa, coral, jade, etc. Jaipur é conhecida pelo seu comércio de jóias. Em Mcleod Ganj, acha-se artigos em prata.

Além de descabelada, na foto estou usando um colar feito de coral e turquesa que trouxe de presente (mas fiz o test drive por lá, rs)


Artesanato


Cada região tem sua especialidade. Em Mcleod Ganj, vale a pena comprar artesanato em madeira e artigos religiosos. O Rajastão tem uma forte tradição de pintores miniaturistas, então acha-se postais e pinturas super detalhadas e delicadas mesmo em barracas pela rua. Em Agra, vale muito a pena comprar artigos em mármore com pedras semi-preciosas incrustadas, com trabalho semelhante ao encontrado no Taj Mahal. Eu trouxe um pratinho desses que virou meu chamego em casa, e está na mesinha de cabeceira do meu quarto.

Em Amritsar, região de Punjab, encontra-se lindos sapatinhos típicos (aqueles com o bico pontudo e mais viradinho pra cima) feitos em couro com bordados super coloridos, chamados de jutti. Trouxe uma versão sandália para mim e para minha mãe.

Na foto estou com minha sandália de couro bordada que comprei em Amritsar e que foi fiel escudeira em toda a viagem. No pescoço, o japamala (espécie de rosário do budismo) que comprei onde Buda fez seu primeiro sermão. Especialíssimo!
O Rajastão é conhecido por sua tradição artística, principalmente seus pintores miniaturistas! A foto é em Udaipur!


You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images